Oferta!

Almaviva EPU 2016

O Segundo vinho do Almaviva no melhor estilo bordalês

Em geral, metade de todo vinho vai para Almaviva, mas 10% a 15% do total vai para Epu e o resto é vendido a granel. 2016 foi uma colheita difícil. As chuvas de abril levaram a uma colheita mais precoce. O Cabernet Franc e a parte do Merlot foram colhidos antes dessas chuvas, mas o resto depois, e o resultado é impressionante. A fruta é delicada, sutil: o corpo é macio. Para Michel Friou, é mais parecido com os vinhos de 2006, tintos com menos peso.

94 Pts Descorchados

Fora de estoque

Características

TIPO DE VINHO
TINTO
REGIÃO & PAÍS
PUENTE ALTO CHILE
PRODUTOR
ALMAVIVA
SAFRA
2016

Sobre o produto

Em 1997, a Baronesa Philippine de Rothschild, Presidente do Conselho Consultivo do Barão Philippe de Rothschild SA, e Eduardo Guilisasti Tagle, Presidente da Viña Concha y Toro SA, selaram um acordo de parceria com o objetivo de criar um vinho franco-chileno excepcional chamado Almaviva.

Produzido sob a supervisão técnica conjunta de ambos os parceiros, a primeira safra alcançou um sucesso internacional imediato após seu lançamento em 1998.

O nome Almaviva, embora tenha uma sonoridade hispânica, pertence à literatura clássica francesa: o conde Almaviva é o herói de As Bodas de Fígaro, (1732-1799) que foi posteriormente transformada em ópera do gênio de Mozart. A etiqueta, por sua vez, é uma homenagem à história ancestral do Chile, com três reproduções de um design estilizado, que simboliza a visão da terra e do cosmos na civilização Mapuche. O desenho aparece no kultrun, um tambor ritual usado pelos Mapuche.

A etiqueta leva o nome de Almaviva com a caligrafia do próprio Beaumarchais. Duas grandes tradições dão-se assim as mãos para oferecer ao mundo inteiro uma promessa de prazer e excelência.

O conceito de Château foi introduzido no século XIX na França como uma forma de homenagear a maestria criativa dos viticultores de Bordeaux. Almaviva foi o primeiro vinho no Chile criado sob este conceito de Château francês, levando em conta um terroir excepcional, uma bodega única e uma equipe técnica - as três se dedicam exclusivamente à produção de um vinho de qualidade e excelência incomparáveis.

Rubi intenso com reflexos violáceos. Encorpado, com taninos sedosos e boa acidez. Seu final é marcado por frutas vermelhas maduras, especiarias e toques de baunilha. Aromas de frutas vermelhas e pretas maduras, como cerejas, amoras e ameixas, notas herbáceas e de especiarias, como pimenta-preta, além de toques de cacau, chocolate, baunilha e tabaco.

Composição do vinho: 77% Cabernet Sauvignon, 12% Carménère, 6% Cabernet Franc e 5% Merlot. E estagia por 12 meses em barricas de carvalho francês.