Oferta!

Perez Cruz Reserva Cabernet Sauvignon 2019

Um varietal Icônico no Chile e uma vinícola como a Perez Cruz, não tem erro!

“Este é o Cabernet de entrada de Pérez Cruz, uma seleção de vinhas de diferentes solos, sobretudo de origem aluvial, que costumam originar vinhos de textura, taninos muito polidos e elegantes, clássicos do Alto Maipo. Além disso, aqui há muitas frutas e ervas frescas. Um exemplo clássico e acessível de um lugar.”

91 Pts Descorchados

Fora de estoque

Características

TIPO DE VINHO
TINTO
REGIÃO & PAÍS
MAIPO VALLEY CHILE
PRODUTOR
PEREZ CRUZ
UVA
CABERNET SAUVIGNON
SAFRA
2019
TEOR ALCÓOLICO
13.8%
VOLUME
750ML
MATURAÇÃO
12 MESES EM BARRICAS

HARMONIZAÇÃO
CARNE DE VACA, CHURRASCO, MASSA

Sobre o produto

A legislação do Chile diz que para um vinho ser considerado varietal deve ter pelo menos 85% da casta. É o que acontece aqui, esse vinho mesmo tendo 4% de Carménère, 4% de Syrah e 1% de Petit Verdot é considerado como varietal por ter 90% de Cabernet Sauvignon. Tem uma passagem de 12 meses em barricas e um teor alcoólico de 13,8% e é um vinho para ser consumido em poucos anos, uns três ou quatro.

Produtor

Em 1963 quando o casal Don Pablo Pérez Zañartu e Doña Mariana Cruz Costa adquiriram terras no Maipo, na cidade de Huelquén, uma região promissora e com um potencial incrível para a produção de vinhos de qualidade, não imaginaram que seus filhos fariam a vinícola chegar aonde chegou. Em 1994, seus filhos plantaram as vinhas para um projeto futuro que só se concluiu com a chegada do enólogo Germán Lyon em 2001 fazendo possível o sonho, que se concretizou em 2002 com a primeira safra da vinícola.

O enólogo Germán Lyon é auxiliado pela ocasional consultoria de Álvaro Espinoza, um dos maiores especialistas em biodinâmica do país, que faz uma abordagem cuidadosa ao manusear a fruta, que flui através da vinícola de vários níveis alimentada por gravidade sem bombas.

A vinícola tem 240 hectares de vinhedos dos quais 70% são da grande estrela do Maipo, a Cabernet Sauvignon. Outras uvas são plantadas pela vinícola, como Petit Verdot, Syrah, Carménère, Malbec, Cabernet Franc e Grenache.

A adega foi construída com madeiras autóctones, da propriedade, e com duas naves centrais em forma de barril, arcos exteriores que evocam a passagem do vento pelas árvores e alicerces de pedra que remetem às estruturas que os Incas deixaram para trás na região. Seu design sustentável incorpora um processo de fluxo por gravidade e tem uma capacidade de três milhões de litros. Aproveitando as condições abaixo do solo, a temperatura e a umidade são controladas naturalmente na adega subterrânea de barris, que tem capacidade para 5.000 barris.