Oferta!

Emiliana Coyam 2019

A maior vinícola orgânica do mundo! Um blend de nove uvas, com uma potência e complexidade incríveis. – Editor Onivino

“Um Coyam muito intenso com muita fruta preta, como mirtilos e ameixas, bem como terra seca e rosas. Algumas notas de tabaco também. É encorpado e traz muitas camadas de frutas e taninos proeminentes. Saboroso e intenso. Sentem-se as frutas cozidas no paladar. 38% Syrah, 38% Carménère, 8% Cabernet Sauvignon, 5% Carignan, 4% Malbec, 4% Garnacha, 3% Tempranillo, 3% Petit Verdot e 2% Mourvèdre. De uvas cultivadas pela cultura biodinâmica. Vegano”.

94 Pts James Suckling

Em estoque

PACK COM 6 UN 11% OFF R$ 299,00
R$265,05 (UN)
UNIDADE 7% OFF R$ 299,00
R$279,00

Características

TIPO DE VINHO
TINTO
REGIÃO & PAÍS
VALE DE COLCHAGUA CHILE
PRODUTOR
EMILIANA
UVA
38% SYRAH, 38% CARMÉNÈRE, 8% CABERNET SAUVIGNON, 5% CARIGNAN, 4% MALBEC, 4% GARNACHA, 3% TEMPRANILLO, 3% PETIT VERDOT E 2% MOURVÈDRE.
SAFRA
2019
TEOR ALCÓOLICO
14,5%
VOLUME
750ML
MATURAÇÃO
18 MESES, SENDO 75% EM BARRICAS NOVAS E USADAS DE CARVALHO FRANCÊS, 15% EM FOUDRES DE 2 E 5 MIL LITROS E 10% EM OVOS DE CONCRETO.

HARMONIZAÇÃO
ALTA GASTRONOMIA, ASIATICO, CARNE DE VACA, CHURRASCO

Sobre o produto

Emiliana Organic Vineyards, no Chile, é considerada a maior vinícola orgânica do mundo e produz vinhos de qualidade e personalidade únicos, que mostram toda a expressão do terroir chileno. Toda a produção é conduzida com altos padrões e preceitos da agricultura sustentável, com técnicas orgânicas e biodinâmicas.

No final dos anos 90, Emiliana começou a conversão de uma vinícola convencional para uma vinícola 100% orgânica e biodinâmica, já que percebeu que os consumidores começavam a ter mais consciência e mais preocupações em relação a saúde e ao meio ambiente. Hoje, mais de duas décadas depois, tem seu foco na produção de vinhos de qualidade e se tornou uma das mais importantes vinícolas orgânicas e biodinâmicas do mundo, estando presente nos mais importantes vales vinícolas do Chile.

A Emiliana vem durante esses anos, trilhando um caminho cheio de conquistas. Em 2012 foi escolhida como a Vinícola Verde do Ano (Green winery of the Year) pela revista inglesa Drinks Business e certificada sob o Código de Sustentabilidade de Vinhos do Chile. Em 2015, foi escolhida como “Vinícola do Ano” pela Wines of Chile. Em 2018, entrou na lista das 50 marcas de vinho mais admiradas pela Drinks International. Em 2019, obteve a certificação vegana (Vegan Society), que a certifica como produção de vinhos sem utilização de derivado animais. É uma gigante que ainda terá muitas conquistas pela frente.

A Agricultura orgânica e biodinâmica

A agricultura orgânica é baseada em um respeito profundo pela natureza e pelas pessoas. Nela, apenas são utilizados produtos de origem natural no cultivo das uvas e na produção dos vinhos, isso quer dizer que não são usados produtos geneticamente modificados ou pesticidas de origem sintética, que contaminem o meio ambiente ou coloquem em risco a saúde de trabalhadores e consumidores. Através dessa cultura orgânica, é possível melhorar o ecossistema e a biodiversidade, bem como a atividade biológica dos solos.

Já a agricultura biodinâmica é uma abordagem mais filosófica da agricultura, o vinhedo é considerado um organismo vivo, onde todas as energias são vitais e integradas, seja de plantas, animais ou seres humanos. A biodinâmica trabalha com os ritmos da terra e do cosmos. Os calendários biodinâmicos apoiam esta consciência e compreensão, fornecendo informações astronômicas detalhadas e indicações sobre os tempos ideais para semear, transplantar, cultivar, colher e usar as preparações biodinâmicas.

Sobre o vinho

Coyam é uma palavra do dialeto mapouche e significa carvalho chileno. Faz referência às lindas árvores dos vinhedos de Los Robles. Esse é um dos vinhos ícones da vinícola Emiliana, que mostra a altíssima qualidade dos vinhos que eles produzem. Foi o segundo vinho no Chile a ser certificado como biodinâmico, em 2009. Ele reflete toda a filosofia da Emiliana, onde todo o espírito da agricultura orgânica e biodinâmica expressam fortemente o terroir e trazem um paladar incrível ao vinho.

Cada safra é uma mistura diferente de castas e tudo depende das condições climáticas do ano, mas ainda assim, sua identidade e qualidade sempre se mantém as mesmas. A safra 2019 é um blend de nove uvas, Syrah (38%), Carménère (33%), Cabernet Sauvignon (8%), Carignan (5%), Malbec (4%), Garnacha (4%), Tempranillo (3%), Petit Verdot, (3%) e Mourvèdre (2%). Além disso, passa por amadurecimento de 18 meses, sendo 75% em barricas novas e usadas de carvalho francês, 15% em foudres de 2 e 5 mil litros e 10% em ovos de concreto.

Notas de prova

Coloração rubi escuro com tons violetas. No nariz possui aromas de frutas negras como mirtilo, amoras, frutas vermelhas, como cerejas e morangos, além de notas florais de violetas e rosas, toque de ervas, como louro, toques de tabaco, cedro e alcaçuz. Na boca é encorpado, com boa estrutura e volume, com taninos finos e acidez equilibrada. Seu teor alcoólico de 14,6% está muito bem integrado. Um vinho com grande presença em boca e com ótimo equilíbrio, fresco e elegante. Ótima persistência. Possui grande potencial de guarda e com o passar dos anos vai aumentar ainda mais sua complexidade.

Harmonização

 É um vinho versátil e pode acompanhar desde pratos sofisticados a pratos mais simples. Carnes vermelhas apimentadas, com molho ou manteiga de alho, massas com molho de ervas. Também combina bem com comidas com especiarias como a indiana e a mexicana. Para os vegetarianos, acompanha bem pratos à base de cogumelos, legumes e beringelas.

Dica da Sommelière: experimente com rabada!