Oferta!

Esporão Monte Velho Tinto 2019

Um vinho para todas as ocasiões. Com um perfil equilibrado e gastronómico, retrata a identidade do Alentejo.

Cor rubi límpida. Aromas de frutos vermelhos e frutos do bosque, envolvidos em notas sutis de especiarias frescas. No palato é Intenso e rico, com uma estrutura sólida e um final persistente.

Editor Onivino

Fora de estoque

Características

TIPO DE VINHO
TINTO
REGIÃO & PAÍS
ALENTEJANO PORTUGAL
PRODUTOR
ESPORÃO
UVA
BLEND
SAFRA
2019

Sobre o produto

Solos de natureza granítica / xistosa, estrutura de argila aberta. Variedades de uvas são a Touriga Nacional, Aragonez, Syrah e Trincadeira Fermentação e estágio mínimo de 3 meses em aço inoxidável.

Produzido com uvas de toda a região com vinhedos de 18 anos em média, é o resultado de parcerias com mais de 15 anos com fornecedores das diferentes sub-regiões, que utilizam o mesmo sistema integrado de produção do Esporão. Estas práticas sustentáveis, que impossibilitam a utilização de pesticidas e herbicidas, são fundamentais para a qualidade e fertilidade do solo, proporcionando à vinha uma proteção natural que influencia a qualidade dos vinhos.

Sempre fiel às suas raízes, o Monte Velho é o Alentejo num copo, passando a representar uma referência da região em Portugal e no mundo ao longo dos anos.

HERDADE DO ESPORÃO

A pouco mais de 170 quilómetros a sudeste de Lisboa, perto da histórica cidade de Reguengos de Monsaraz, encontramos uma paisagem típica da região do Baixo Alentejo. Integrada no ecossistema do montado do Alentejo (floresta de sobreiro), em Portugal, a Herdade do Esporão apresenta condições extraordinárias para a agricultura - grandes amplitudes térmicas, solos pobres e diversos e uma biodiversidade extraordinária que ajuda a produzir em equilíbrio com o ambiente. Com 691,9 hectares de vinhas, olivais e outras culturas cultivam com métodos biológicos. São plantadas cerca de 40 variedades de uvas, 4 tipos de azeitonas, pomares e hortas.

Os limites geográficos da Herdade do Esporão (originalmente Defesa do Esporão) só foram estabelecidos em 1267, e têm-se mantido praticamente inalterados desde então, apesar de terem sido palco de batalhas sangrentas e feitos heroicos ao longo de quase nove séculos.

Soeiro Rodrigues, o juiz da cidade de Évora, foi o primeiro de muitos proprietários, entre os quais Santiago Rodrigues de Vasconcelos, o Morgado D. Álvaro Mendes de Vasconcelos (que construiu a Torre do Esporão) e os condes de Alcáçovas, que mantiveram a propriedade até 1973, ano em que foi adquirida por José Roquette e Joaquim Bandeira.

Em 1985, a primeira vindima viu a criação da marca Esporão e o primeiro vinho produzido pela então Finagra, S.A. Em 1989, o vinho começou a ser exportado para o que hoje é mais de 50 mercados internacionais.

Oito anos depois, o Esporão entrou no negócio do azeite com a aquisição da SPAZA (Sociedade Produtora de Azeites do Alentejo) - agora Esporão Azeites.