Oferta!

J. Bouchon Pais Viejo Old Vines 2020

“O J. Bouchon Pais Viejo Old Vines 2019 é uma das melhores relações qualidade-preço do mercado!”

“O J. Bouchon Pais Viejo Old Vines 2019 traz uma das melhores relações qualidade-preço do mercado. Trata-se da uva País de vinhas muito antigas plantadas nas zonas secas do Vale do Maule. Se você ainda não conhece a variedade País, comece com este exemplo! O nariz é frutado, mas ao mesmo tempo generoso e um toque terroso muito característico dessa uva. O paladar tem uma textura áspera, acidez suculenta e muita fruta que combinam com notas terrosas da País e tudo a isso a um preço ridículo.”

Em estoque

PACK COM 6 UN 27% OFF R$ 169,00
R$122,55 (UN)
UNIDADE 24% OFF R$ 169,00
R$129,00

Características

TIPO DE VINHO
TINTO
REGIÃO & PAÍS
VALLE DEL MAULE CHILE
PRODUTOR
BOUCHON
UVA
PAÍS
SAFRA
2020
TEOR ALCÓOLICO
12%
VOLUME
750ML
MATURAÇÃO
TANQUES DE CIMENTO

HARMONIZAÇÃO
CARNE DE VACA, CONFI DE PATO, PIZZA

Sobre o produto

A J. Bouchon Family Wines iniciou suas atividades no final do século 19 quando o jovem viticultor Emile Bouchon deixou a França, para Chile. Após isso, hoje, na quarta geração, a família continua no comando da vinícola e a J. Bouchon está preservando o caráter histórico dos vinhos do Maule.

O Vinho J. Bouchon


Talvez você nunca tenha ouvido falar da uva País, é uma variedade que ficou famosa na Argentina com o nome de Criolla Chica. Foi levada para o Chile no século 16 pelos colonizadores espanhóis. É uma uva que tem um crescimento muito grande o que no passado fazia seus vinhos muito aguados. Hoje, bons produtores fazem uma grande diminuição da sua produção e como tem vinhas muito velhas a qualidade da uva é indiscutível.

O vinho J. Bouchon é vinificado de forma ancestral, é fermentado com leveduras nativas e o desengace (separação da parte lenhosa da uva) é feito com muito rigor. Posteriormente, o mosto passa por um afinamento em tanques de cimento e não em madeira.  Além disso, 30% do vinho é fermentado em fermentação carbônica (uma fermentação com os bagos da uva inteiros a fim de extrair pouco tanino). O vinho tem apenas 12% de volume alcóolico e todo esse trabalho é para manter o frescor da uva o que reflete no vinho.

Nota de prova


Um vermelho cereja profundo toma conta da cor e notas inebriantes de frutas vermelhas explodem no nariz, com destaque para os morangos e as cerejas. Posteriormente, notas florais aparecem em segundo plano e na boca traduz toda a fruta e frescor resultado da pouca extração e da maceração carbônica.  Além disso, tem taninos meio rugosos, uma característica da variedade, um final longo e uma acidez deliciosa.

 Harmonização com o vinho J. Bouchon


Pode muito bem acompanhar um churrasco e uma bela carne bovina grelhada. Um prato não muito comum que, entretanto, fica espetacular é o confit de pato.  Além disso, o prato tem a gordura limpa pela acidez do vinho e suas nuances adocicadas vão combinar muito bem com a uva País.