Oferta!

Michelini i Mufatto Balsa de Piedra 2019

Vinho fresco com muita potencia de fruta. Belo exemplo de um novo estilo de vinhos Argentinos.

Vermelho rubi com reflexos violáceos de média intensidade. Nariz preciso, de boa intensidade, notas de amoras frescas, com uma mistura de ervas e flores como tomilho e lavanda. Em boca tem corpo médio, excelente acidez e taninos muito finos.

Guia Descorchados – 94pts

Decanter Magazine – 94pts

Tim Atkin – 92pts

 

Fora de estoque

Características

TIPO DE VINHO
TINTO
REGIÃO & PAÍS
MENDOZA ARGENTINA
PRODUTOR
MICHELINI I MUFATTO
UVA
BLEND
SAFRA
2019

Sobre o produto

Expressa bem as condições extremas que há em Tupungato mostrando elegância e complexidade de aromas e texturas. As uvas são co-fermentadas em tanques de cimento, 30% com cachos inteiros. Cultivo orgânico e baixa intervenção nos processos. A passagem de 8 meses por barricas de 225 e 500 litros de carvalho francês de vários usos, passa quase desapercebida e podemos entender como a madeira pode agregar textura sem alterar os aromas da fruta.

Argentina, Mendoza – Tupungato, El Peral, San Jose e Gualtallary

Malbec/ Cabernet Franc/ Cabernet Sauvignon/ Merlot/ Semillón

Este é o projeto pessoal e bastante premiado de Gerardo Michelini, sua esposa Andrea Mufatto e Manuel, filho do casal. Durante anos, esta família e os irmãos de Gerardo, colocaram o sobrenome Michelini entre os vinicultores mais prestigiados do mundo. Uma busca constante por criar vinhos autênticos e a obsessão por aperfeiçoar suas técnicas, expressam a delicadeza e paixão pelo trabalho nas vinhas. Estão no coração do Valle de Uco ao sul de Mendoza, em Galtallary. Alí as temperaturas são de extremo frio, sob influência constante da Serra Cordón del Plata, com altitudes que variam de 1200 a 1700 metros e solos arenosos com muita pedra.

O principal conceito e objetivo da “Michelini i Mufatto” é demonstrar pureza, mineralidade e finesse, a palavra que melhor os define é elegância. O espaço onde os vinhos são criados é chamado de “Atellier de Vinos” fazendo referência a criação de verdadeiras obras de arte. Todos os processos são com mínima interversão permitindo que a fruta brilhe por si só. São usados ovos de concreto, ânforas, barricas, grandes tonéis e em alguns casos a maceração carbônica acontece. Todas as fermentações acontecem ou em cubas de carvalho francês antigo restaurado ou em ânforas de 2000 litros. Os vinhos amadurecem em fudres e em grandes tonéis em uma sala esquipada para manter a umidade e temperatura o ano todo.

Harmoniza com pratos com temperos orientais como curry e aves assadas com pimentão e ervas podem ser boas combinações