Oferta!

Casillero del Diablo Reserva Privada Carmenere 2019

É um vinho “coringa” para se ter na adega – Editor Onivino

“De solos aluviais ao longo do Rio Cachapoal, este Carménère tem notas suculentas e doces de fruta madura que se movem graciosamente pela boca com muita cremosidade.”

90 pontos no Guia Descorchados

Fora de estoque

Características

TIPO DE VINHO
TINTO
REGIÃO & PAÍS
RAPEL VALLEY CHILE
PRODUTOR
CONCHA Y TORO
UVA
CARMÉNÈRE
SAFRA
2019
TEOR ALCÓOLICO
13,5%
VOLUME
750ML
MATURAÇÃO
10 MESES EM BARRICAS FRANCESA

HARMONIZAÇÃO
CARNE DE VACA, CHURRASCO, PIZZA

Sobre o produto

A história desse produtor se inicia em 1883, quando o fundador Melchor Concha y Toro, idealizou o sonho. Perfeita localização dos vinhedos misturada com a expertise da vinícola faz da Concha y Toro umas das marcas mais emblemáticas do mundo do vinho.

Os enólogos da Concha y Toro são um capítulo à parte. Enrique Tirado responsável pelo Don Melchor e enólogo chefe da vinícola tem como braço direito Marcelo Papa, outro monstro da enologia do Chile.

Hoje a Concha y Toro faz vinhos para todos os gostos e todos os bolsos e está presente em mais de 140 países. E desde 2006 é a marca de vinhos mais admirada na América do sul.

Vinho

A lenda por trás desse vinho atravessa gerações. Há mais de 100 anos, para evitar que seus vinhos desaparecessem, Don Melchor de Concha y Toro difundiu o rumor de que em sua adega habitava o Diabo. Com uvas selecionadas, colhidas no vale do Rapel, esse vinho passa por 10 meses de barricas. Um vinho com um excelente poder de guarda, passando fácil pelos 10 anos com muita qualidade.

Nota de prova

Vermelho escuro e profundo, assim ele chega à taça e com notas delicadas de cedro e baunilha perfuma o nariz. Frutas vermelha se misturam com frutas preta e nuances de especiarias são deliciosamente introduzidas em camadas de aromas. Na boca é seco e com corpo médio. Bastante fruta e um final médio para longo. Equilibrado e com taninos muito polidos, o que dá facilidade de beber.

Harmonização

É um vinho “coringa” para se ter na adega. Vai bem com massas e pizza. Também bem versátil com uma tábua de queijos e frios. Mas se a ideia é só beber um vinho para bater papo ele também é super indicado por sua facilidade de bebericar.