Oferta!

Château La Nerthe Châteauneuf-du-Pape Blanc 2018

Os brancos de La Nerthe estão deslumbrantes – Joe Czerwinski, Robert Parker.com

“Tem um toque muito esculpido com algum carvalho tostado moderno que adiciona aromas picantes e carnudos aos cativantes limões e maçãs verdes frescas. Na boca tem acidez muito atraente e frescor equilibrado. Aqui, sabores de toranja e limão grelhado. Final de carvalho tostado. Beba ou guarde.”

94 Pts James Suckling

 

Em estoque

UNIDADE 0% OFF R$ 847,90
R$847,90

Características

TIPO DE VINHO
BRANCO
REGIÃO & PAÍS
RHÔNE FRANÇA
PRODUTOR
CHÂTEAU LA NERTHE
UVA
BLEND
SAFRA
2018

Sobre o produto

Dourado som notas verde pálido, o vinho é complexo com um nariz com nota mineral evocando frutas cítricas maduras e pomar. Suculento e focado no palato, oferece notas cítricas intensas, picantes, peras frescas e caracteres de madressilva que se abrem e aprofundam após alguns minutos. Um pouco de gengibre surge no final longo intenso com persistência longa.

Sugerimos a harmonização com peixes com molho de manteiga, marisco, carnes brancas (vitela).

Assemblage de O Chateauneuf du Pape Blanc 2018 da La Nerthe é um Grenache Blanc 42%, Roussanne 41%, Clairette 12%, Bourboulenc 5% provenientes de solos arenosos argilosos pontuado com grandes seixos que contribuem para finesse e expressão aromática. Próximo a uma das poucas nascentes naturais da denominação Châteauneuf du Pape, bem como bosques seculares, criam um microclima, quente de dia, mas fresco à noite, o que permite obter vinhos brancos com forte personalidade. A fermentação da Roussanne decorre em barricas de carvalho (barricas 1/3 novas) de forma a envelhecer em borras finas durante quase 9 meses. O Assemblage final será feito imediatamente antes do engarrafamento.

Todos os vinhos são certificados orgânicos pela Ecocert (Vinhos de uvas cultivadas organicamente)

Uma das maiores e mais antigas propriedades de Châteauneuf du Pape que se estende por 90 ha ao redor do castelo. As vinhas de Château La Nerthe foram estabelecidas no século XIV, quando a cultura da vinha se espalhou pela região. O Château La Nerthe, é a obra do Comandante Joseph Ducos que era o proprietário da vinícola após a crise da filoxera.