Oferta!

Michelini i Mufatto Certezas 2017

Um dos melhores brancos da Argentina na atualidade. O “Vinho branco do Ano” na lista de Tim Atkin.

“Coloração amarelo ouro de alta intensidade. Aromas intensos e complexos de frutas tropicais frescas como pêssego, seriguela, tamarindo e florais como camomila, lírios e tomilho. A passagem por madeira aliado a maceração pelicular trazem notas de resina e incenso. Em boca é seco, encorpado, poderoso, com muita acidez e equilíbrio de fruta e madeira. Mineralidade e final longo completam o a exuberância de aromas e texturas.”

Tim Atkin – 98pts, “Vinho branco do Ano” – “Semillón do Ano”

Luis Gutiérrez, RobertParker.com – 94pts

O Certezas 2017 é um Sémillon puro de um antigo vinhedo de cultivo sem irrigação. Nota-se extremamente jovem e macio, com aromas sutis de flor (acho que é mais perceptível que a primeira safra), possivelmente com um paladar mais aprimorado. Possui fina mineralidade e taninos finos, com final longo, seco e salgado.

 

Fora de estoque

Características

TIPO DE VINHO
BRANCO
REGIÃO & PAÍS
MENDOZA ARGENTINA
PRODUTOR
MICHELINI I MUFATTO
UVA
SEMILLÓN
SAFRA
2017

Sobre o produto

O branco do Manuel Michelini. As uvas são provenientes da Finca Manoni, um vinhedo de 130 anos em El Peral, um dos mais ancestrais de Mendoza. Este vinhedo com rendimentos de menos de 2000Kg por hectare só é possível com raízes muito profundas. O cultivo é completamente natural, sem irrigação e sem condução. Está a 1300 metros de altitude com solos de argila e areia. Começa a fermentar com 50% das cascas e depois de 10 dias é drenado e prensado para em seguida finalizar a fermentação em barris velhos de 500 litros. Terminada a fermentação, estagia 1 ano em carvalho. Passa por leve filtração e é engarrafado. Cultivo orgânico, leveduras indígenas e baixa intervenção nos processos. Só 1500 garrafas produzidas.

Este é o projeto pessoal e bastante premiado de Gerardo Michelini, sua esposa Andrea Mufatto e Manuel, filho do casal. Durante anos, esta família e os irmãos de Gerardo, colocaram o sobrenome Michelini entre os vinicultores mais prestigiados do mundo. Uma busca constante por criar vinhos autênticos e a obsessão por aperfeiçoar suas técnicas, expressam a delicadeza e paixão pelo trabalho nas vinhas. Estão no coração do Valle de Uco ao sul de Mendoza, em Galtallary. Alí as temperaturas são de extremo frio, sob influência constante da Serra Cordón del Plata, com altitudes que variam de 1200 a 1700 metros e solos arenosos com muita pedra.

O principal conceito e objetivo da “Michelini i Mufatto” é demonstrar pureza, mineralidade e finesse, a palavra que melhor os define é elegância. O espaço onde os vinhos são criados é chamado de “Atellier de Vinos” fazendo referência a criação de verdadeiras obras de arte. Todos os processos são com mínima interversão permitindo que a fruta brilhe por si só. São usados ovos de concreto, ânforas, barricas, grandes tonéis e em alguns casos a maceração carbônica acontece. Todas as fermentações acontecem ou em cubas de carvalho francês antigo restaurado ou em ânforas de 2000 litros. Os vinhos amadurecem em fudres e em grandes tonéis em uma sala esquipada para manter a umidade e temperatura o ano todo.

Um branco de reflexão, para degustar e pensar no que tem na taça. Um queijo curado bem salgado seria o ideal para acompanhar uma longa taça deste vinho. Pode melhorar se puder fazer a aeração prévia, deixe respirar por um tempo para ele se mostrar por completo. Brancos assim podem ser servidos “mais quentes”, entre 8º a 12º C seria o ideal.