Oferta!

Bodega Garzón Estate Tannat de Corte (Varietales) 2018

Garzón pelo segundo ano consecutivo é a vinícola do ano pelo guia Descorchados 2021.

“De cor e aromas intensos com frutas vermelhas maduras explodindo na boca, tem uma textura deliciosa e com taninos bem polidos e redondos, um prazer aos sentidos.”

Editor Onivino

Fora de estoque

Características

TIPO DE VINHO
TINTO
REGIÃO & PAÍS
MALDONADO URUGUAI
PRODUTOR
BODEGA GARZÓN
UVA
TANNAT
SAFRA
2018
TEOR ALCÓOLICO
14%
VOLUME
750ML
MATURAÇÃO
EM TANQUES DE AÇO INOX.

HARMONIZAÇÃO
ASSADOS COM MARINADAS, CARNE DE VACA, CARNES DE CAÇA, CORDEIRO

Sobre o produto

Garzón está muito bom localizada, muito próximo a Punta del Este e é uma rota de visitação quase obrigatória aos amantes do vinho. Além da bela estrutura que tem, a Garzón também tem um restaurante maravilhoso que tem uma vista incrível para o vinhedo.

Muito próximo ao oceano Atlântico, as múltiplas parcelas dos vinhedos têm orientações diferentes, variados níveis de umidade e exposição solar, possibilitando assim o desenvolvimento de uvas diferentes o que faz a qualidade do vinho da Garzón, uma vez que se podem usar parcelas melhores para ajustar as uvas de parcelas que não foram tão boas e em anos ruins isso se torna mais evidente sem que se perca a qualidade dos vinhos.

Eleita em 2018 como a melhor vinícola do novo mundo pela Wine Enthusiast e em 2020 e 2021 como a vinícola do ano pelo guia Descorchados. A Garzón vem se afirmando como um dos melhores produtores do Uruguai e do mundo.

Vinho

A linha Estate tem a preocupação de fazer um vinho mais fresco, com uma fruta mais envolvente e sem intervenção de madeira. O Tannat de corte 2018 tem a Tannat como a principal uva cerca de 80% e mais três uvas que lhe dão uma maior elegância. A Marselan entra no corte com 12% e a Cabernet Franc e a Petit Verdot com apenas 4% cada.

Não passa por afinamento em madeira, mas o vinho fica em contato com as borras de 3 a 6 meses sob temperatura controlada em tanques de aço inox para lhe conferir mais corpo e maior complexidade. E com seus 14% de álcool tem uma estrutura muito bem equilibrada e um final muito agradável.

Nota de prova

De cor rubi intensa e com reflexos violáceos, aromas de frutas vermelhas, morangos e framboesas muito maduros. Na boca tem um tanino sedoso e muito polido, com as frutas maduras envolvendo todos os sabores. Um vinho de médio corpo.

Harmonização

Queijos maturados como o parmesão ou o reggiano, funghi e cogumelos em geral e carnes vermelhas são excelentes com esse vinho, mas seu parceiro natural é o cordeiro. Assado ou na brasa um pernil ou uma paleta de cordeiro ficam perfeitos com esse vinho.