Oferta!

Hieron Vino Rosso d’Italia N.V.

Um “giro da Italia” em perfeita harmonia – Editor Onivino

Combinação de Sangiovese da Toscana, Montepulciano de Abruzzo, Primitivo da Púglia e Negroamaro da Sicília.

97 pontos de Luca Maroni

Em estoque

PACK COM 6 UN 58% OFF R$ 199,00
R$84,55 (UN)
UNIDADE 55% OFF R$ 199,00
R$89,00

Características

TIPO DE VINHO
TINTO
REGIÃO & PAÍS
TOSCANA, ABRUZZO, PÚGLIA ITÁLIA
PRODUTOR
PICCINI
UVA
PRIMITIVO (40%), SANGIOVESE (30%), MONTEPULCIANO (15%) E NEGROAMARO (15%)
SAFRA
NV
TEOR ALCÓOLICO
14%
VOLUME
750ML
MATURAÇÃO
BREVE PASSAGEM EM BARRICAS USADAS

HARMONIZAÇÃO
ANTEPASTOS, CARNE DE VACA, CARNES DE CAÇA, CHURRASCO, PIZZA

Sobre o produto

Uma autêntica mistura italiana feita a partir de algumas das mais reconhecidas uvas e regiões vinícolas da Itália. Todos os anos o objetivo é fazer o melhor vinho possível.

A ideia da vinícola é escolher as uvas da melhor qualidade, independentemente dos limites e regras da denominação. Com isso temos a biodiversidade do vinho italiano em uma garrafa, com isso é interpretado o estilo do vinho italiano. Um vinho muito versátil, complexo, mas não complicado.

Vinho

Hieron significa "de natureza divina" e foi inspirado em um herói do o passado, herói preso entre o mito e a história.

O corte das uvas é inusitado, e o mais interessante é que ele é um corte de várias regiões italianas. Toscana, Abruzzo, Púglia e Sicília são as regiões usadas nesse vinho com as uvas Primitivo (40%), Sangiovese (30%), Montepulciano (15%) e Negroamaro (15%) cada uma de uma região. Por não ter uma região específica ele tem a apelação de Vino d’Italia. Com 14% de volume alcóolico e passagem barrica de carvalhos diferentes, um vinho encorpado e pronto para beber. Como não tem safra é um vinho que você deve beber sem guardar, mas se quiser guardar por alguns anos coloque a data da compra no contrarrótulo.

Nota de prova

De cor rubi escuro e profundo o nariz tem a exuberância da Primitivo e as notas terrosas da Sangiovese, frutas maduras e negras saltam da taça em perfeita harmonia. Ameixa preta, café e pimenta do reino fecham a análise olfativa. Na boa a explosão esperada é alcançada, tem bons taninos, firmes e robustos, de corpo intenso e cheio, com muitas camadas de sabores e um final longo.

Harmonização

Queijos maduros é uma boa opção. Carnes de caça e um bom churrasco também farão sucesso. Assados ficaram maravilhosos, uma boa rabada com batatas harmoniza muito bem.