Oferta!

Mosquita Muerta Perro Callejero Pinot Noir 2019

Um Pinot Noir mais maduro e um pouco mais encorpado que os demais, uma explosão de frutas. – Editor Onivino

“Segundo Bernardo Bossi, enólogo da Mosquita Muerta, o pinot Los Chacayes costumam ser muito poderosos. O chão de pedra e a intensidade do calor a essa altura, acima de 1.200 metros, proporcionam um Pinot de grande concentração. Portanto, para obter este tinto delicado e suculento, devem tentar extrair os sabores com delicadeza, quase como se fosse uma infusão. O resultado é um suco de frutas vermelhas saboroso, refrescante e simples.”

91 pontos Guia Descorchados

Em estoque

UNIDADE 34% OFF R$ 149,00
R$99,00

Características

TIPO DE VINHO
TINTO
REGIÃO & PAÍS
MENDOZA ARGENTINA
PRODUTOR
MOSQUITA MUERTA
UVA
PINOT NOIR
SAFRA
2019
TEOR ALCÓOLICO
13%
VOLUME
750ML
MATURAÇÃO
6 MESES EM BARRICAS AMERICANAS E CARVALHO FRANCÊS

HARMONIZAÇÃO
ASIATICO, AVES, CARNE BRANCAS

Sobre o produto

“Mosquita Muerta” é uma expressão em espanhol que designa uma pessoa (homem ou mulher) com aparentemente pouco potencial de sucesso que acaba por realizar um feito notável. Jose Millán escolheu este nome para seu projeto para zombar daqueles na região que duvidavam de seu potencial como empresário do vinho. Cerca de 70% da produção da Mosquita Muerta é vendida em Buenos Aires, onde os vinhos se tornaram um sucesso repentino entre os apreciadores de vinho argentinos.

“Comecei em 2009 com a ideia principal de criar Premium Blends, e não apenas Malbec. Para isso, fizemos uma seleção cuidadosa das diferentes variedades, de diferentes vinhedos no sopé da Cordilheira dos Andes, nas regiões vinícolas mais importantes de Mendoza, Argentina” - José Millan.

A filosofia da vinícola é usar múltiplas técnicas de fermentação e envelhecimento na vinícola com todos os vinhos, a fim de fornecer vinhos artesanais deliciosos e com muita personalidade.

Vinho

Esse Pinot Noir de mais concentração e corpo é uma bela opção para quem não gosta de Pinots muito leves. Todo esse potencial se deve ao seu local, uma terra com um pouco mais de calor e pouca chuva o que faz o vinho concentrar toda sua fruta. As uvas vem de dois terrois do vale do Uco um com 1.200 metros de altitude e o outro com 1.250 metros. A fermentação tem uma parte em barricas de carvalho e ele depois tem um afinamento de seis a oito meses nas barricas de carvalho francês.

Nota de prova

O rubi profundo brilha na taça e seu nariz exuberante deixa as notas de frutas vermelha principalmente cerejas e framboesas que saltam da taça. Na boca tem uma acidez muito pura e vibrante, as frutas enchem o paladar e seduz para o próximo gole. Um final longo e persistente.

Harmonização

Geralmente a Pinot Noir fica bem com pratos mais leves, mas não é o caso desse vinho. Ele fica muito bem com um confit de pato ou até mesmo um arroz de pato. Tente também com cogumelos grelhados com molho asiático.