Oferta!

Mosquita Muerta Pispi Blend de Tintas 2018

Esse grande corte não passa despercebido –  Editor Onivino

“Pispi é uma espécie de janela para o Vale do Uco, através de cinco variedades de duas áreas: Los Arboles e Los Chacayes. Este ano, a mistura é baseada em 60% de Malbec, 20% de Cabernet Sauvignon, além de Merlot e Cabernet Franc em proporções semelhantes. A base de Malbec floral de Uco, com notas de violetas e muitas notas frutadas. A textura é muito fina, os sabores são doces e a sensação de equilíbrio que deixa é deliciosa.”

92 pontos Guia Descorchados

Fora de estoque

Características

TIPO DE VINHO
TINTO
REGIÃO & PAÍS
MENDOZA ARGENTINA
PRODUTOR
MOSQUITA MUERTA
UVA
40% DE MALBEC, 20% DE PETIT VERDOT, 20% DE BONARDA, 10% DE CABERNET FRANC E 10% DE MERLOT
SAFRA
2018
TEOR ALCÓOLICO
13%
VOLUME
750ML
MATURAÇÃO
12 MESES BARRIS DE CARVALHO FRANCÊS

HARMONIZAÇÃO
CARNE DE VACA, CARNES DE CAÇA, CASSOULET, CHURRASCO, CORDEIRO

Sobre o produto

“Mosquita Muerta” é uma expressão em espanhol que designa uma pessoa (homem ou mulher) com aparentemente pouco potencial de sucesso que acaba por realizar um feito notável. Jose Millán escolheu este nome para seu projeto para zombar daqueles na região que duvidavam de seu potencial como empresário do vinho. Cerca de 70% da produção da Mosquita Muerta é vendida em Buenos Aires, onde os vinhos se tornaram um sucesso repentino entre os apreciadores de vinho argentinos.

“Comecei em 2009 com a ideia principal de criar Premium Blends, e não apenas Malbec. Para isso, fizemos uma seleção cuidadosa das diferentes variedades, de diferentes vinhedos no sopé da Cordilheira dos Andes, nas regiões vinícolas mais importantes de Mendoza, Argentina” - José Millan.

A filosofia da vinícola é usar múltiplas técnicas de fermentação e envelhecimento na vinícola com todos os vinhos, a fim de fornecer vinhos artesanais deliciosos e com muita personalidade.

Vinho

40% de Malbec, 20% de Petit Verdot, 20% de Bonarda, 10% de Cabernet Franc e 10% de Merlot, esse corte é muito bem equilibrado e tem um potencial de guarda muito grande, des anos ainda vai estar no auge. Apenas 40% do vinho faz um afinamento de doze meses em barricas de carvalho francês.

Nota de prova

Um vinho encorpado e já se nota pela cor, um rubi escuro intenso. No nariz o primeiro ataque é de frutas negras maduras e um floral interessante de violetas, as notas de barricas estão muito bem integradas e tem um tostado muito evidente que também é sentido na boca. Além das frutas negras, na degustação também se percebe a força do vinho manifestada pelas suas notas de chocolate e café. Um final longo e muito persistente.

Harmonização

Esse vinho merece um prato bem elaborado e robusto. Assados ficaram espetaculares, principalmente carnes mais gordurosas. As caças também harmonizam muito bem, javali com esse corte é de suspirar.