Oferta!

Argiano Solengo 2018

Argiano tem mais de quatro séculos de história – Editor Onivino

“Amoras, especiarias, nozes e groselhas no nariz, seguindo até um paladar encorpado, firme e denso, com um final longo. Taninos firme e robusto que precisa de tempo para amadurecer na garrafa.”

96 pontos James Suckling

Em estoque

UNIDADE 23% OFF R$ 1.299,00
R$999,00

Características

TIPO DE VINHO
TINTO
REGIÃO & PAÍS
TOSCANA ITÁLIA
PRODUTOR
ARGIANO
UVA
50% CABERNET SAUVIGNON, 25% PETIT VERDOT, 20% MERLOT E 5% SANGIOVESE
SAFRA
2018
TEOR ALCÓOLICO
14,5%
VOLUME
750ML
MATURAÇÃO
ESTÁGIO DE 18 MESES EM BARRICAS DE CARVALHO FRANCÊS

HARMONIZAÇÃO
ALTA GASTRONOMIA, CARNE DE VACA, CARNES DE CAÇA, CORDEIRO, JAVALI

Sobre o produto

Uma das vinícolas mais tradicionais da Toscana, Argiano tem mais de quatro séculos de história. Fez a história da Brunello di Montalcino ao participar como empresa fundadora no nascimento do Consórcio em 1976.

Argiano pratica agricultura orgânica e regenerativa, tem uma preocupação respeitável com o meio ambiente e é a primeira vinícola de Montalcino a não usar nenhum plástico reciclável em suas instalações.

Vinho

Um poderoso “Super Toscano”! É assim que são chamados os vinhos feitos na Toscana e não respeitam a legislação do lugar. Esse é elaborado na comuna de Montalcino e leva uvas não autorizadas, por esse motivo não pode levar o nome da região. As uvas Cabernet Sauvignon, Merlot, Petit Verdot e Sangiovese se harmonizam perfeitamente nas colinas de Montalcino e fazem um vinho de uma qualidade absurda. Muitas vinhas antigas, com mais de 50 anos. Com um envelhecimento de 18 meses em barricas de carvalho francês esse suntuoso vinho é muito encorpado e tem uma longevidade impressionante, passando facilmente dos vinte anos na garrafa. Tem um volume alcóolico de 14,5% que fica melhor depois de algum tempo no decanter antes de ser bebido.

Nota de prova

Cor rubi profunda e escura. Um poder absurdo de aromas salta da taça em volumes gigantescos e se apresentam em camadas de frutas vermelhas e negras, pimentas, cravos, tomilho, com uma refrescância de um mentolado que envolve uma nota espetacular de violeta. A barrica muito bem integrada, com aromas de baunilha, fumaça e uma nota de charuto que inebriam o olfato. Na boca não poderia ser diferente e tem muito corpo, robustez e um final muito longo. Os taninos ainda têm muito a amadurecer, mas já dão muito prazer por serem polidos. A acidez está muito bem equilibrada e traz a refrescância que vinho precisa. Muito potente, porém domado.

Harmonização

Sem dúvida um vinho para grandes jantares e momentos especiais. Combina muito bem com cordeiro e caça de modo geral. Com uma costela de javali é perfeito.